Diário de faire

PRIMEIRO DIA ESCREVENDO O MEU DIÁRIO!

Sexta-feira, 09 de Agosto de 2019.
feliz     

PRIMEIRO DIA ESCREVENDO O MEU DIÁRIO! Público
Querido diário e pessoas que estão lendo a minha escrita;:

Eu tento manter a escrita de um diário há algum tempo e até então, sempre falhei. Dessa vez, nessa tentativa, estou positiva. Creio que conseguirei libertar meus pensamentos escrevendo esse diário. Embora em outras situações eu também estivesse positiva, prefiro acreditar que dessa vez, caso eu permaneça viva e seja possível, escreverei diariamente. E por que escrever um diário? Bom, eu me considero uma pessoa altamente reflexiva. Que questiona e viaja em pensamentos, principalmente em busca de respostas, de adquirir entendimentos acerca de assuntos que me pertubam; que me geram interesse... Que me deixam curiosa!

Embora pensar não seja um problema até porque como ser humano, faz parte da minha vida pensar, percebi nos últimos dias, que refletir desenfreadamente e não em um momento específico, atrapalha a organização dos meus pensamentos, principalmente quando associadas com minhas ações. Exemplo: Se ao trocar a fralda da minha filha, a MF, eu começar a refletir sobre situações que tenham me ocasionado algum trauma, embora eu estejando agindo - tirando a fralda suja, limpando seu bumbum e passando pomada para colocar a fralda limpa - eu não estou focada no que, mesmo sendo uma tarefa "simples", estou fazendo.

Certa vez, um ex namorado me perguntou sobre as coisas que eu gostava e prontamente, entre elas, respondi que amava pensar. De fato, eu amo! Gosto de desenvolver raciocínios sobre variáveis assuntos. Dentre eles, o comportamente do ser humano, padrões de pensamentos, ações machistas, racistas, preconceituosas em geral. Também gosto de pensar no céu, na vida (por que existe, o que acredito ser, esse plano que vivo?!), na morte e após ela, no controle da mente e emoções. Enfim, existem vários assuntos que merecem minha reflexão sobre. Mas acredito que se ao trocar uma fralda, eu focar nos pensamentos reflexivos, ao invés da ação ali realizada - trocar a fralda -, não farei um trabalho perfeito, estarei vivendo onde? No futuro? No passado? No presente, porém, sem tanta atenção na situação que estou vivendo? Ainda não sei em qual período a reflexão se encaixa. Mas sei que quero cada vez mais, viver no presente. Focar meus pensamentos e minhas ações completamente na situação que estou vivendo.

Boooomm, nesse momento não vou poder continuar escrevendo e sendo honesta comigo mesma: não vou nm conseguir ler tudo que escrevi até aqui, pois tenho que interromper a escrita para fazer outra coisa. Mas mais tarde eu vou voltar para escrever, assim que possível.

Até mais!

Lembre pra mim mesma: Só existe o agora.


  [Voltar]  


Comentários

Comentários (5)




Para fazer comentários, realize o login.





Sexta-feira, 16 de Agosto de 2019 às 14:30
Estarei esperando por seus próximos escritos, fiquei bem curiosa.

(
0
)
(
0
)

Sexta-feira, 16 de Agosto de 2019 às 14:29
Eu também amo pensar! Seja bem vinda :)

(
0
)
(
0
)

Segunda-feira, 12 de Agosto de 2019 às 10:06
escrever faz muito bem pra alma e pro coração co
ntinue

(
0
)
(
0
)

Domingo, 11 de Agosto de 2019 às 13:26


Hoje eu ainda tenho isso mas diminui bastante quando eu comecei a escrever coisas aleatórias em um papel e a ler mais.
São coisas que eu posso me distrair sem correr riscos e fazem bem pra mim.

Continue escrevendo aqui. Vai te fazer bem.

(
0
)
(
0
)

Domingo, 11 de Agosto de 2019 às 13:26
Eu também acabo não prestando atenção na tarefa que estou fazendo. Isso sempre acontece comigo quando estou muito triste, magoada ou estressada.

Várias vezes no tempo do ensino fundamental e médio, eu não lembro de como foi o meu caminho de casa para escola ou visse versa. Eu fazia o caminho a pé.
Não tenho muitas lembranças de socialização com pessoas da escola ou parentes.

(
0
)
(
0
)

 

Últimos Acessos


 

Destaque

    Twitter Facebook Orkut